Tag: deputados

Confira o voto do ministro Gilmar Mendes sobre a perda de mandato dos parlamentares condenados

Na última segunda-feira, 10, o ministro Gilmar Mendes votou pela perda do mandato dos deputados Federais Pedro Henry, Valdemar Costa Neto e João Paulo Cunha, condenados na AP 470. A Câmara defende que não cabe ao STF deliberar sobre o assunto. No entanto, o ministro Gilmar Mendes entende que, nos casos de condenação criminal por improbidade administrativa e de crimes em que for aplicada a pena privativa de liberdade por tempo superior a 4 anos, o Judiciário deverá apoiar-se no art. 92 do CP para exarar sua decisão.

“Esse entendimento não esvazia o conteúdo normativo do art. 55, VI, e § 2º, da Constituição Federal, uma vez que, nas demais hipóteses de condenação criminal, a perda do mandato dependerá de decisão da Casa legislativa a que pertencer o congressista, tal como nos crimes de menor potencial ofensivo”, afirmou o ministro.

Leia a íntegra do voto de Gilmar Mendes.

Lewandowski condena ex-deputados do PTB e PMDB por corrupção passiva

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, concluiu na sessão plenária desta quarta-feira, 26/9, a parte de seu voto que analisou as imputações feitas no item 6 da denúncia da AP 470 aos réus ligados a partidos políticos que formavam a base aliada ao governo no Congresso Nacional à época do mensalão.

O ministro votou pela condenação de Roberto Jefferson (PTB), Romeu Queiroz (PTB) e José Borba (PMDB) por corrupção passiva, e pela absolvição desses réus quanto ao crime de lavagem. Em relação a Emerson Palmieri (PTB), o ministro concluiu por sua absolvição quanto às duas acusações (corrupção passiva e lavagem).

Em relação aos três réus do PTB, Lewandowski considerou ter ficado provado que eles receberem mesada na condição de parlamentares, o chamado mensalão. Lewandowski entendeu, no entanto, que o ex-primeiro-secretário do PTB Emerson Palmieri é inocente do crime porque não atuava na área de finanças do partido. O revisor também absolveu todos os réus da legenda do crime de lavagem de dinheiro, pois acredita que o recebimento de propina de forma oculta é ato próprio da corrupção.

Leia mais →

Migalhas